Páginas

Seguidores

28 fevereiro 2013

Segunda Blogagem Coletiva BU - Praticando o Desapego

Quero iniciar essa postagem com um texto que gostei muito...

Fernando Pessoa - Pratique o Desapego

Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final. Se insistirmos em premanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das putras etapas que precisamos viver. Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos, Não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado os momentos que já se acabaram. As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas possam ir embora. Deixar ir embora. Soltar. Desprender-se. Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, portanto às vezes ganhamos, e às vezes perdemos. Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo: diga a si mesmo que o que passou, jamais voltará. Lembre-se de que houve uma época em que podia vicer sem aquilo - nada é insubstituível, um hábito não é uma necessidade. Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida. Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira.

Publicado no site: O melhor da Web em 24/09/2009
Código do Texto: 40680

Agora vou descrever a minha experiência: Desde que eramos crianças, minha mãe nos ensinou (a mim e meu irmão) que o que não nos "servia" mais deveria ser separado e doado a outras pessoas. Me lembro que, na adolescência, tinha uma vizinha que sempre me perguntava se tinha alguma pra doar (normalmente ela ficava com a grande maioria de minhas roupas). Isso me fez ter o hábito de sempre separar roupas e sapatos pra doar. Ontem, depois de muita negociação, convenci o marido a doar algumas camisetas do Corinthians que não lhe servem mais (me fez prometer que ia doar pra um (a) corinthiano e que essa pessoa iria usar). Graças a Deus encontrei essa pessoa e ela adorou as camisetas (duas pessoas felizes e satisfeitas). Ainda assim, tinha um sério problemas com cadernos e livros. Sempre achei que deveria guardar tudo para pesquisas posteriores (que nunca aconteciam). Quando me casei, vim morar em um apartamento pequeno, e com dor no coração, acabei me desfazendo dos cadernos e doando alguns livros (outros estão até hoje guardados na casa do meu pai). Hoje, tenho outro sério problema com o material de artesanato... Meu quarto de visitas parecia tudo, menos quarto. Em novembro passado, resolvi dar uma pequena organizada e comprei umas prateleiras pra colocar minhas caixas. Quando comecei organizar, observei que tinha material que comprei (compulsivamente) e jamais usei... Me desfiz de alguns, mas muitos não tive coragem de doar. Pretendo fazer isso, estou me preparando psicologicamente (maridão agradece!). 
Restos de fitas que usei, guardei pra poder reaproveitar (nunca aconteceu)... Dessas eu vou desapegar!

Aqui um pedacinho do quarto após a "arrumação"... Ainda não estou satisfeita, mas já melhorou bem!!!


2 comentários:

Sabrina Silveira disse...

Olá querida,

muito linda a sua postagem..
parabens

http://www.virtuosaartesanato.blogspot.com.br

Priscylla disse...

Oi Minha linda! Vim retribuir sua visita e tb dizer que já estou seguindo seu blog!

Beijos!

http://ohmylace.blogspot.com.br